quarta-feira, 5 de junho de 2013

Mensagem da Presidenta Dilma sobre o Plano Estratégico de Fronteiras

O Brasil está realizando há duas semanas sua maior mobilização militar desde a segunda guerra mundial, com o objetivo de combater a criminalidade nos quase 17 mil km de nossas fronteiras. Trata-se da Operação Ágata 7, coordenada pelo Ministério da Defesa com as Forças Armadas, e que faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras, que lançamos há dois anos para prevenir e reprimir a ação de criminosos nas fronteiras brasileiras, especialmente o ingresso de drogas e armas. Outra operação completa o Plano Estratégico de Fronteiras: a Operação Sentinela, que é permanente, dura o ano inteiro, e é coordenada pelo Ministério da Justiça com a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional de Segurança Pública. A Operação Ágata está mobilizando 33.500 militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e outras 1.100 pessoas, entre as quais, policiais federais, policiais rodoviários federais, homens da Força Nacional de Segurança, e agentes da Receita Federal e do Ibama, além de policiais civis e militares de todos os estados da fronteira. Nestes primeiros dias, foram vistoriados 184 mil veículos e 12 mil embarcações, e isso levou à apreensão de mais de seis toneladas de drogas e 8 mil quilos de explosivos, que poderiam ir para as mãos de criminosos em nossas cidades se não tivessem sido apreendidos ainda na fronteira do Brasil. O sucesso de todo o Plano Estratégico de Fronteiras também depende do uso de tecnologia. Na Operação Ágata 7 estão sendo usados ao mesmo tempo quatro Veículos Aéreos Não Tripulados, os Vants, em uma operação conjunta da Força Aérea Brasileira e da Polícia Federal, que vão repetir essa parceria bem sucedida nas ações de segurança da Copa das Confederações e durante a visita do Papa Francisco. Outro exemplo de uso da tecnologia vem da Polícia Rodoviária Federal, que, na Operação Sentinela, utiliza cinco aparelhos móveis. Esses aparelhos são scanners moderníssimos, que localizam drogas e armas escondidas nos caminhões e nos carros, até mesmo nos pneus ou na lataria dos veículos. Até o ano que vem nós vamos entregar um scanner móvel para cada estado de nosso país. E os estados da fronteira vão receber dois desses scanners.

A segurança pública é uma responsabilidade dos estados, prevista na Constituição, mas, o governo federal tem o dever de participar e ajudar esse processo. O governo federal não pode se omitir. E fazemos isso cuidando das nossas fronteiras por meio desse Plano Estratégico. Essa é uma das mais importantes contribuições do governo federal para fortalecer a segurança do nosso país. E o nosso objetivo é estreitar cada vez mais a parceria com estados e municípios.

A coluna semanal “Conversa com a Presidenta” é o espaço onde a presidenta Dilma Rousseff responde perguntas enviadas por leitores de todo o país. O e-mail de recebimento de questões é: regional.imprensa@presidencia.gov.br


Secom.gov.br
05/06/2013
http://www.secom.gov.br/sobre-a-secom/acoes-e-programas/comunicacao-publica/em-questao-do-dia/copy_of_em-questao-do-dia/conversa-com-a-presidenta-coluna-semanal-da-presidenta-dilma-rousseff

Nenhum comentário:

Postar um comentário